Título: Looking for Alaska
Autor: John Green
Número de páginas: 221
Editora: Dutton Books

Miles "Pudge" Halter tem fascinação por últimas palavras de pessoas famosas. Porém, a sua vida fica resumida a basicamente isso. Tudo parece mudar quando ele resolve ir atrás do "Grade Talvez", graças a última frase do poeta François Rebelais. Para isso, Miles vai estudar em um internato.
 
Por lá ele encontra exatamente o que lhe faltava. Amigos, diversões e uma garota para sonhar, Alaska.  A garota é a definição de complicada. Ninguém sabe quase nada sobre sua vida, ela tem mudanças de humor constantes, ou seja, ela pode ser qualquer mulher, mas não é. Ela é a Alaska. E como todas, ela tem várias camadas e Miles não consegue compreende-la e parece ser isso que o atrai mais. Também faz dois amigos, Chip e Takumi. Os três formam um grupo unido e leal.
 
O livro é dividido em duas partes: Antes e Depois. É impressionante a habilidade do autor de mudar o tom da ecrita de cada parte. Não falarei sobre o acontecimento divisor para não estragar a história. O que posso dizer é que no final o que fica é que não importa o que ou como aconteceu, mas sim a maneira como os personagens lidam com isso, ou, como diria Alaska, como cada um lida com o "labirinto de sofrimento". 
 
Looking for Alaska foi lançado em português com o título "Quem é você, Alasca?" pela editora Martins Fontes.

Um comentário:

  1. Esse é um livro que eu quero muiot ler, ainda bem que já foi publicado no Brasil (não leio em inglês) =/ assim que eu ficar alguns reais mais rico irei comprar! hehehe

    Beijos

    ResponderExcluir

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres