Você, caro leitor, que vê nesse post o nome Jason Mraz e fica surpreso, por achar que não existe novidade nisso, eu explico: Jason Mraz é muito mais do que a vibe de I'm Yours ou a doçura de Lucky. Sério! O cara tem música para todos os gostos, estilos músicas e estados de espírito. E esse post tem como objetivo mostrar isso!

Jason Thomas Mraz, nascido a 23 de Junho de 1977, é um cantor e compositor americano que vive numa comunidade, com os amigos num terreno cheio de pés de abacate, em San Diego, Califórnia. Apesar da aparência inofensiva, devido ao físico magricela, costuma escrever músicas sobre suas conquistas sexuais, reais ou imaginárias, assim como fazer danças sensuais seduction, que às vezes o levam a cometer gestos obscenos no palco. Além disso, ele tem o hábito de mudar as letras das músicas nos shows, só para fazer graça. Suas influências musicais encontram-se no reggae, pop, rock, folk, jazz, e hip hop, ou qualquer coisa que tenha ritmo, pois sendo música valendo.

Para aqueles que têm a sorte de terem o amor correspondido, músicas como Plane (para os que moram longe), 1.000 Things (para os que acabam de se conhecer) e After an Afternoon (para os totalmente apaixonados) são super aconselhadas para ouvir quando existe o desejo de pensar no amado (a). 

Já para quem está a fim do melhor amigo, a dica é If It Kills Me. Os que levaram um fora, devem ouvir Please Don't Tell Her (para os que já não sentem falta), You and I Both (para os que seguiram em frente) e Absolutely Zero (para os que se sentem injustiçados com o fim). 


São muitas músicas, algumas dizem sobre mais de um assunto e mostram o lado bom de coisas que nem são tão boas assim, por isso não dá para listar tudo aqui. De qualquer forma, vale a pena escutar tudo que o Jason falsa intimidade produz, pela percepção de mundo tão diferente que ele oferece em suas composições. 

Quem consegue ler direitinho em inglês não pode deixar de visitar o blog dele que tem textos incríveis sobre temas variados. E para dar boas risadas tem essa série de videos aleatórios e hilários, chamada Grati-tube.

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres