Título Nacional: Eldest
Autora: Christopher Paolini
Ano de lançamento: 2006
Número de páginas: 643
Editora: Rocco
Título Original: Inheritance Cycle 02 - Eldest

O segundo livro do Ciclo da Herança segue a mesma linha do primeiro e peca por ser dinâmico apenas no final.

Spoiler Alert - não diga que não avisei

Nasuada assume a liderança dos Vardens, um povo unido por causa do ódio pelo império, após a morte do pai Ajihad em batalha e a captura de Murtagh e os Gêmeos pelos Urgals. Pouco tempo depois, Eragon se junta a elfa Arya e o anão Orik numa jornada rumo a Ellesméra, terra dos elfos de localização secreta, onde ele deve concluir o treinamento de Cavaleiro de Dragões.

Após conhecer a rainha Islanzadí, que não por acaso também é mãe de Arya, Eragon descobre que os responsáveis pelo treinamento dele e de Saphira são dois seres que todos desconhecem a existência, o sábio Oromis e o dragão Glaedr, dois mestres que foram machucados durante a luta contra Galbatorix.

Enquanto isso em Carvahall, Roran, primo de Eragon, e o resto dos moradores enfrentam os soldados do império e os malditos Ra'zac, que tentam tomar conta do local e descobrir o paradeiro do mais novo Cavaleiro de Dragões. Para fugir dos dois possíveis terríveis destinos que os aguarda, morte ou escravidão,  todos fogem rumo a Surda, em busca de proteção.

Em Surda, Nasuada tenta lidar com a excentricidade do rei desse povo e descobrir alguma forma de fazer dinheiro para sustentar os Vardens.

Voltando para Eragon, o treinamento se mostra mais difícil do que esperado por causa da ferida nas costas que suga suas forças sempre que realiza algum tipo de esforço. Este problema é resolvido durante uma celebração élfica que, além de curar o machucado, dá a força e a aparência dos elfos.

Os caminhos de Nasuada, Roran e Eragon se encontram numa grande batalha entre o exército de Galbatorix e os Vardens. E como toda desgraça é pouca, no meio de todo o sangue, surge um novo e misterioso Cavaleiro de Dragões. 

Depois de ler Eldest, cheguei a conclusão de que a lentidão da história é apenas o estilo de escrita de Christopher Paolini, o que significa que apesar da trama ser boa, se arrasta tanto que acaba irritando um pouco, e por isso, é necessário ter muita força de vontade para não abandonar a leitura pela metade. Por outro lado, ir até o fim vale a pena! O tal Cavaleiro de Dragões que surge do nada causa uma grande reviravolta.

3 comentários:

  1. Ah, eu não posso ler a resenha completa porque não li Eragon ainda :( Mas não vou demorar muito, prometo! rs.

    Abraços e sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Como a Ana Carolina, também não poderei ler a resenha completa pois também não lí! =/
    Adorei o blog, passa no meu depois? :)

    Beijos,
    William
    www.viciodecultura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Putz...Eldest é interminaaaaaável! Quanto mais se lê, mais páginas brotam. Quase não tive forças para começar a ler Brisingr. Não aguentava mais Eragon .
    Ainda bem que o 4 vai demorar um pouco para sair e me dá tempo para recuperar as energias gastas nesta trilogia.

    :*

    ResponderExcluir

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres