Título Nacional: Diários do Vampiro - O Confronto
Autor: L.J. Smith
Ano de Lançamento: 1991
Número de Páginas: 221
Editora: Galera Record
Título Original: The Struggle

Essa resenha pode conter spoilers para quem não leu o primeiro livro da série, O Despertar.

Nesse segundo volume da história escrita pela L.J. Smith, descobrimos a identidade da pessoa que vinha cometendo assassinatos e agressões na cidade de Fell´s Church: o culpado é Damon Salvatore.

E o livro é basicamente todo sobre Damon, já que ele aparece na cidade querendo causar fingindo que é um universitário de férias, quando na verdade o que ele quer é... Elena. Mas Elena gosta de Stefan, o que acirrará a disputa e o ódio já existentes desde a época em que os irmãos Salvatore viraram vampiros.

Em paralelo ao triângulo amoroso, o diário de Elena é roubado, e ela vem recebendo bilhetes com frases que ela escreveu, e descobre que pode ter sua intimidade (e um pouco da de Stefan) revelados para cidade toda. O que ela e suas inseparáveis amigas, Bonnie e Meredith, tentaram fazer para evitar isso foi minha parte preferida do livro, além do final abrupto (tô começando a notar que isso faz parte do estilo mesmo da L.J., parar do nada) e misterioso.

Leitura recomendada!

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres