Pode parecer difícil de acreditar, mas eu assisti 17 Outra Vez no cinema. Vergonhoso? Talvez. Mas isso não nega que o filme tem os seus momentos ou que o Zac Efron cresceu bem, e que acima de tudo, eu sinto falta do Chandler, quero dizer, do Matthew Perry. 

Fazendo o caminho inverso do clássico dos anos 80, Quero Ser Grande, no qual Tom Hanks dããããã vira adulto, nesse filme Mike O'Donnell (Matthew Perry/Zac Efron) volta a adolescência depois de 20 anos de lamentações e arrependimentos sobre as escolhas que ele fez, mas que de alguma forma ele sente que foram feitas por ele.

Mike era do time do basquete e bastante popular na escola. Ele estava a uma cesta de conseguir a bolsa de estudos na faculdade dos sonhos quando descobriu que a namorada estava grávida. Sem pensar duas vezes, abriu mão dos sonhos para ser um pai de família.

O problema é que muitos anos depois ele está preso num casamento infeliz, questionando como seria a vida se tivesse escolhido os estudos. Depois de um inesperado encontro com o faxineiro da escola, ele acaba voltando aos tempos de glória, quando tinha apenas 17 anos. Daí para frente, ele tenta reescrever a história dele enquanto passa a conviver de verdade com a esposa e os filhos. 

Ok, o filme ganha um grande zero no quesito criatividade, ele é bem mais do mesmo, e ele também é bastante moralista, com a mensagem sobre fazer amor ter esse nome por um motivo e coisa e tal. Mas se você ignorar tudo isso e topar aproveitar o momento, acaba sobrando só o bom humor e isso que importa.

Um comentário:

  1. OLÁ
    ADOREI SEU BLOG E ESTOU SEGUINDO.
    ME SEGUE:
    WWW.AMORIMORTALL.BLOGSPOT.COM
    BEIJOS

    ResponderExcluir

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres