Pecado da Carne é um filme israelense que conta a história de dois judeus ortodoxos, Aarão e Ezri. Com a morte do pai, Aarão herdou o açougue kosher e para o manter funcionando, precisa contratar um ajudante. Em uma tarde chuvosa aparece o jovem Ezri, pedindo para usar o telefone. Como ele não tem onde ficar nem como se sustentar, Aarão oferece emprego e o quarto em cima do açougue para o jovem.

A atração entre os dois, clara desde o primeiro momento, vai causar tensão entre a comunidade local, cheia de dogmas religiosos e preconceitos. Com esse enredo, até então inédito – eu nunca ouvi falar em um filme assim – e com boas atuações dos dois protagonistas, a história do romance entre Aarão e Ezri é fluida, poética, triste. Nos 90 minutos de filme, não tem como não gostar pelo menos um pouquinho do casal e pensar em como o preconceito faz a vida das pessoas mudar, nunca para melhor.

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres