Rick Grimes é um xerife que acorda de um coma em um hospital e se encontra sozinho. Não tão sozinho. Na verdade ele se descobre num mundo povoado por zumbis que andam por aí procurando por cérebros fresquinhos. Ao tentar retornar para sua casa, a encontra vazia. Aparentemente, sua mulher e filho fugiram.

Logo no primeiro episódio ele encontra dois sobreviventes, um pai e seu filho. É com eles que Rick aprende um pouquinho mais do que está acontecendo. Não é explicado como, nem quando, nem porque, mas se sabe que ao ser mordido por um morto-vivo, o humano sofre uma febre incurável e morre, para "acordar" como um zumbi.


Paralelamente, a esposa e filho de Rick estão com um grupo de sobreviventes liderado pelo policial colega de Rick, que decide seguir adiante para reencontrar sua família.

Esta série não é para aqueles de estômago fraco. Há várias cenas extremamente gore. Nos primeiros minutos do episódio não estava gostando dessas cenas gratuitas. Porém, acho que elas contribuem para dar o ar de seriedade da série.

The walking dead mostra até que ponto o ser humano pode chegar para sobreviver. Além disso, Rick é o exemplo de um homem que, apesar do caos, continua procurando por ordem e justiça.

O sexto e último episódio da primeira temporada já passou na Fox Brasil, que reprisará os episódios a partir da próxima terça (14) às 22 horas. 

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres