Sabe aquele filme que você não entende qual é a mensagem dele mas continua assistindo mesmo assim? Assistir Maluca Paixão requer paciência do telespectador.

Mary Horowitz (Sandra Bullock) é uma mulher excêntrica, que leva a vida muito ao pé da letra. Criadora das palavras-cruzadas semanais de um jornal de cidade de Sacramento, parece mais uma enciclopédia ambulante que usa botas vermelhas de verniz. Ela é solteira, usa roupas estranhas, vive com os pais e o melhor amigo é um hamster de estimação. A mulher fala sem parar. 

O chefe recomenda que ela seja mais normal. Os pais marcam um encontro com o filho de um casal de amigo. O resultado? Steve (Bradley Cooper) transforma Marry numa pessoa ainda mais louca. Ela literalmente o ataca e arranca a roupa dele. Pouco tempo depois resolve que o destino dela é estar com ele. Dessa forma, Mary embarca em uma jornada stalker pelo país atrás do verdadeiro amor.

Enquanto você assiste o filme, fica pensando sem parar, "sério? Existe mesmo alguém tão sem noção assim?". Não acontece a empatia típica de comédias com a personagem principal. Até que no finalzinho do filme você percebe. A mensagem se torna clara e cristalina como água. Ela não é tão sem noção quanto parece, pelo contrário, Mary está cansada de ouvir as pessoas dizendo o quanto ela precisa mudar, como ela é exagerada, não é normal. O mais incrível é que ela não liga! Mesmo quando as pessoas falam com todas as palavras aquilo que é capaz de partir o coração de qualquer pessoa. 

Então a empatia acontece. 

Maluca Paixão não é fácil de assistir, dá vontade de mudar de canal. Mas vale a pena esperar até o fim por ser algo tão diferente, tão fora do padrão de comédia romântica. 

Um comentário:

  1. eu adorei este filme e muito divertido e adorei o blog !!!!!!!!bjs

    ResponderExcluir

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres