Título Nacional: A Cabana
Autor: William P. Young
Ano de lançamento: 2008
Número de páginas: 238
Editora: Sextante
Título Original: The Shack




Você deve se lembrar do desenho animado Caverna do Dragão. Nele, o Mestre dos Magos guiava os jovens perdidos através de metáforas ou parábolas. Era necessário um esforço da massa craniana para compreender a mensagem por trás do que o velho baixinho dizia. É mais ou menos isso que acontece com esse livro.

A Cabana conta a história de Mack, um pai de família que está tentando conviver da melhor forma possível com a morte de Missy, a filha caçula. Só que ele não está conseguindo, o que ele chama de A Grande Tristeza está o dominando e prejudicando sua relação com o restante da família. Até que ele recebe um bilhete pedindo que ele vá até a cabana, lugar onde Missy foi assassinada. E o bilhete está assinado nada mais, nada menos, por Deus.


Não vou contar o que acontece, porque estragaria as surpresas do livro. E acredite, ele é cheio delas, e das boas. Enquanto lia, pensava se alguém que não tem esse conceito - de que Deus existe - poderia ler esse livro e entender a mensagem que ele quer passar. Acho que dependeria muito de quão radical essa crença - ou melhor, falta de crença - da pessoa é. Enfim, é um bom livro, que fala principalmente de aprendizados que podemos tirar de situações tristes em nossas vidas.


2 comentários:

  1. Eu não gostei muito desse livro não :s Sei lá, achei bacana, mas não é meu tipo de livro. É um livro que nos faz refletir (:
    Beijos, Vanessa.

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é muito bom, levei 3 noites para ler, embora algumas passagens eu achasse meio resumidas ele é de uma amplitude muito grande sobre o trabalhar de DEUS em nossas vidas, recomendo!

    ResponderExcluir

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres