Spoiler Alert: A maior parte deste post pode ser considerado spoiler, por isso fica a dica.

À primeira vista é uma nova sessão no blog em que comentaremos sobre o primeiro episódio de alguma série. Na estréia: a segunda temporada de Vampire Diaries.



No final tenso da primeira temporada de Vampire Diaries, Katherine retorna só para causar. Ela se passa por Elena e engana Damon e esfaqueia pai/tio John momentos antes de Elena chegar em casa. O irmão sem-noção dela, Jeremy, resolve virar vampiro. Caroline sofre um acidente. Tyler é alguma coisa sobrenatural. E aí ficaram várias pontas soltas para essa nova temporada.

E depois de meses de espera, assisti ao primeiro episódio da segunda temporada. Como era de se esperar, várias das coisas pendentes se resolvem nos primeiros minutos e de modo muito fácil, o que faz perder muito da graça. 

Katherine, mais malvadona do que nunca, agora decidiu ficar atormentando a todo momento os irmãos Salvatore, Elena e companhia. Muito estranho que ninguém tenha reparado nas "trocas" de roupa e penteado de "Elena" em certas cenas, mas a gente releva.

O inútil do Stefan, como diria minha amiga, teve um surto de macheza que não deu lá muito certo. Go figure. E agora Damon (com rugas gigantes na testa, mas ainda sim, lindo) voltou a ser o ser o bom e velho badass sem sentimentos do começo da temporada, graças a uma pegação com Katherine, que aparentemente prefere o sem-graça bom moço do Stefan. Aí rolou a crise o-meu-irmão-tem-tudo-e-eu-nada no Damon, seguida de bebedeira, seguida de assassinato (tã nã nã). Agora tá uma confusão entres os três. Não sei como Elena irá conseguir conviver com Damon, mas como ela é muito boazinha, ela deve perdoa-lo ao longo da temporada.

E os outros personagens? Ah.... Tyler está em crise existencial porque ele é um... há, não vou contar, mas posso dizer que é um ser sobrenatural muito popular ultimamente. Bonnie virou uma bruxa badass agora, e Caroline.... bem... não dá pra saber ao certo como ela está, mas talvez ela fique menos chatinha e pentelha. E o Matt continua o ex-namorado bonzinho sem personalidade e ponto.

Vários momentos ótimos. Como o que Katherine tenta pegar beijar Stefan, fingindo ser Elena, mas ele a reconhece e literalmente, mostra os dentes. E Katherine, com todo o veneno e maldade da idade diz: pelo menos eu enganei um dos irmãos. Ui. Outro é quando Stefan tenta dar uma de macho com Katherine, e fala que ele não foi o irmão que passou 400 e tantos anos obcecado por ela. No que ela rebate: sua escolha de namorada não reflete isso.

Resumindo ou não, o episódio foi mediano. Mas não foi por isso que não fiquei agoniada e dando gritinhos a cada minuto. Só podia ter sido melhor.  Contudo, Vampire Diaries continua sendo a melhor série de guilty pleasure.

Um comentário:

  1. achou mediano!?? eu achei o máximo.. seguindo o nível da anterior :-)

    aaahaha morri com o 'inútil' do Stefan eheheehehe, mas até q ele está mais 'homem' agora.

    e como assim.. onde viu as rugas no Damon!?? Fico tão obcecada qdo ele surge na telinha q nem percebo nada.

    ResponderExcluir

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres