Como o narrador explica, essa é uma história de ‘boy meets girl’ mas está longe de ser uma ‘love story’. O filme 500 Dias com Ela mostra os altos e baixos de um relacionamento, com o bônus de uma visão totalmente honesta beirando a crueldade de como a paixão pode transformar os baixos mais óbvios em momentos não tão ruins assim.

De maneira engraçada e não linear conhecemos a história de Tom (Joseph Gordon-Levitt) e Summer (Zooey Deschanel). Ele é um romântico incorrigível, arquiteto frustrado e escritor de cartões comemorativos. Ela acredita que amor é algo tão real quanto o Papai Noel, que se deve viver o momento e não se apegar.

Os 500 dias do título são mostrados pela perspectiva do Tom, momentos bons e ruins aparecem de forma aleatória. As imagens com a data têm como ilustração de fundo uma árvore que aparece sadia e seca, depende do estágio que o relacionamento dos dois se encontra.

Além da trilha sonora incrível, há uma cena musical absurdamente contagiante para expressar como ele se sente depois da primeira noite de amor com Summer. Outra cena que se destaca é o reencontro dos dois, quando a tela é dividida em ‘realidade’ e ‘expectativa’. Sem esquecer a parte do Karaokê que também é muito boa!

Os diálogos são inteligentes e debocham um pouco de como o amor enlouquece as pessoas, por exemplo, um simples ‘foi bom’ passa a significar ‘eu transei no final de semana’. Eu adoro o cartão escrito direto do fundo do poço: Roses are red, violets are blue... Fuck you, whore!

A mensagem do filme é basicamente o que a irmã mais nova do Tom argumenta: só porque uma pessoa gosta de todas as porcarias bizarras que você gosta, não quer dizer que ela seja a pessoa certa.

2 comentários:

  1. O começo do filme resume bem o q ele é.. sobre não ser uma história de amor... fiquei surpresa de como esse filme é bom... entrou para a minha lista de favoritos!!

    ResponderExcluir
  2. Amei o filme!
    Bjs, Ruama.
    esquiloscorderosa-ruama.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres