Título: This lullaby
Autor: Sarah Dessen 
Ano: 2004
Número de páginas: 352
Editora: Speak


"This lullaby is only a few words
A simple run of chords
Quiet here in this spare room
But you can hear it, hear it
Wherever you may go
I will let you down
But this lullaby plays on..."


Quando a sua mãe tem quatro casamentos que não deram certo no histórico de romances, você cresce sem entender o que exatamente é tão bom sobre amor. Se é que esse tal amor existe mesmo. É assim que a jovem Remy pensa e justamente por isso, acredita que relacionamentos devem ser coisas práticas das quais a gente tem que sair antes que se apegue demais. O pai dela era um músico que sumiu do mapa antes que ela fosse grande o suficiente para guardar memórias e morreu pouco depois de gravar o seu único sucesso, a canção This lullaby.

Remy é metódica, uma verdadeira control freak, e não suporta coisas desorganizadas. Ela não vê a hora de ir para faculdade e abandonar o cargo de babá da mãe, que é uma escritora famosa de romances prestes a embarcar no quinto casamento. Porém, os planos dela mudam quando um cara totalmente persistente e desajeitado, o fofíssimo Dexter, começa a "perseguir" ela. Ele chega para deixar o mundo dela de cabeça para baixo, pois é o oposto de tudo que Remy acredita: bagunceiro, impulsivo e músico.

É lógico que o romance acontece e ela não enxergar outra opção senão acabar com tudo antes que seja tarde demais, o problema é que Dexter não vai desistir tão fácil assim.

De todos os livros da Sarah Dessen que eu já li, achei esse o mais fraquinho e o mais diferente também. Remy é a primeira personagem dela que não tenta ser perfeita e agir de acordo com o que todos esperam. Ela costumava dormir com todo mundo e sempre chegar bêbada em casa. Assim como a maioria dos seres humanos, às vezes, ela é bastante contraditória, mas isso acontece por causa da insegurança e fragilidade que ela tenta esconder sob a máscara de cinismo que a impede de se deixar levar. A verdade é que ela não tem medo do amor, ela tem medo de se machucar. Como sempre, o par romântico da personagem principal, o Dexter, é perfeito de um jeito imperfeito e  não existe no mundo real, fato.

Apesar de não ser tão bom quanto The Truth About Forever ou Just Listen, This Lullaby é um livro muito envolvente e escrito de maneira impecável, é engraçado e comovente ao mesmo tempo. Sem dúvida vale a pena ser lido.

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres