Título: Oh my Gods
Autora:  Tera Lynn Childs
Ano de lançamento: 2009
Número de páginas: 288
Editora: Speak

Phoebe já tem toda a sua vida planejada. Ela vai ganhar uma bolsa de estudos graças a sua habilidade para corridas e vai para a universidade com suas duas melhores amigas desde o jardim de infância. Até que sua mãe resolve se casar com um grego charmoso e ela tem que se mudar para a Grécia e para uma nova vida.

E como se isso já não fosse ruim o suficiente... Chegando na pequena e isolada ilha que será seu novo lar, ela descobre que na verdade a escola que ela irá estudar é uma academia para os descendentes dos Deuses Gregos. Isso mesmo, Zeus e companhia realmente existem e tem gerações de jovens "talentosos" escondidos numa ilha grega e Phoebe é a única "normal".

Os jovens têm poderes mágicos. Aí é que começam os problemas do livro. Ao invés de terem habilidades relacionadas a cada Deus, eles parecem ter poderes genéricos, como mover objetos e mudar a aparência de coisas. Só um ou outro parecem ter talentos relacionados ao seu respectivo Deus. 

Outra coisa bem irritante é como Phoebe curte ser um capacho. Desde o início do livro ela se vê apaixonada por Griffin, o descendente de Ares, lindo e popular que a trata mal praticamente sempre quando tem a oportunidade. Sério. Tem gente que gosta de sofrer. Simples assim. 

Também as, digamos, coincidências da história são muitos frustantes e difíceis de engolir. Infelizmente, enumerá-las aqui seria como contar o final do livro... Mas o fato de Phoebe estar no lugar certo, na hora certa deixa dúvidas, que não sei se vão ser elucidadas com a continuação: Goddess Boot Camp.

Oh my Gods despertou minha curiosidade por tratar de um assunto que eu simplesmente amo, Mitologia Grega, porém pecou por não conseguir desenvolver uma ótima premissa em um ótimo livro.

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres