Being Human é uma série que trata sobre um vampiro, um lobisomem e uma fantasma que acabam dividindo o mesmo apartamento. Porém, acima de tudo, dividem o fardo de serem diferentes.

Josh foi transformado em lobisomem há pouco tempo, abandonou sua família e ainda está tentando lidar com a sua nova condição. Ele trabalha num hospital com Aidan, um vampiro antigo que, pelo que parece pelo primeiro episódio, resolveu virar "vegetariano" há pouco tempo e deixou para trás os amiguinhos vampiros e também tem dificuldades em manter a dieta.

Os dois resolvem dividir um apartamento para tentar aplacar a solidão e também ajudar um ao outro em suas condições e limitações. Ao se mudarem para o lugar encontram com Sally, a noiva morta do dono do apartamento. Ela não sabe como morreu e não consegue entender as suas limitações.

Apesar de a mitologia de cada criatura não ser realmente o ponto principal da série, você ainda se pega perguntando como Aidan consegue sair durante o dia, como funciona a transformação de Josh...  O melhor é deixar esse tipo de questão de lado para aproveitar a série.

Confesso que não era bem o que eu esperava - uma série leve e engraçada - mas sim um drama sobre a condição deles e porque não dos seres humanos? Quem nunca se sentiu deslocado em algum momento da vida? Porém, há momentos divertidos proporcionados pelo humor autodepreciativo de Josh e o bom humor sobrenatural da fantasma Sally. Sendo assim, o melhor é dar uma conferida e uma chance a Being Human.

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres