Para a estréia do nova tag do blog, Parada Obrigatória, foi escolhido o musical Grease - Nos tempos da brilhantina.
Nessa sessão, além das informações básicas e opiniões sobre a trama, serão oferecidos dados adicionais a respeito dos filmes que consideramos clássicos do cinema.

Pois bem, para quem acredita que desconhece Grease, peço que pare um pouco para pensar e relembre todas as festas de 15 anos que presenciou nos últimos anos. Aposto que em, pelo menos, uma delas você ouviu a música You are the one that I want. Isso não é contato suficiente? Caso a resposta seja negativa, eu apelo para um dos hits mais tocado da história da humanidade, Summer Nights. Todo mundo já ouviu, nem que seja uma unica vez, uma das canções desse filme! Nem adianta negar.

Inspirado no musical da Broadway, que por sua vez era inspirado no livro de Bronte Woodard, a película foi gravada em 1978, sob a direção de Randal Kleiser, mas se passa no final da década de 50. Foi produzido com o orçamento de US$ 6 milhões e arrecadou US$ 360 milhões nas bilheterias dos quatro cantos do universo. Em 1982, foi lançada a continuação, Grease 2, com Michelle Pfeiffer no papel da mocinha e dessa forma nasceu o que pode ser considerado um dos primeiros epic fails da galáxia.

Mas voltando ao que importa... Durante as férias, Danny Zuko (John Travolta) conhece a turista australiana Sandy Olsson (Olivia Newton-John).Como todo bom amor de verão, o romance tem início e fim na praia. Porque tudo que é bom dura pouco, e as férias uma hora acabam, logo, Sandy teoricamente tem que retornar para terra dos cangurus e Danny deve seguir em frente.

A vida continua e no primeiro dia de aula da escola Rydell High. conhecemos as galerinhas do mal locais, os T-Birds e as Pink Ladies. Liderados por Danny, a gangue masculina é formada pelo badass Kenickie (Jeff Conaway) e os três patetas Doody (Barry Pearl), Putzie (Kelly Ward) e Sonny (Michael Tucci). Já o quarteto feminino é comandado pela malvadona Betty Rizzo (Stockard Channing), e composto pela pegadora Marty (Dinah Manoff), a comilona Jan (Jamie Donnelly) e a divertida Frenchy (Didi Conn).

Quando a família de Sandy resolve não voltar para terra natal, ela passa a fazer parte do corpo estudantil do colégio Rydell e nem imagina o quanto o amor da vida dela está próximo. Quando os dois se encontram, o que era felicidade se torna decepção, pois Danny tem uma imagem a zelar e não pode botar a tudo a perder por uma garota. Assim a história segue, cheia de reviravoltas, com o casal unido e separado.

A premissa é clássica, garoto encontra garota, e não tem mistério. O diferencial de Grease é misturar a inocência e a malícia característica dos adolescentes na medida certa, sem apelar para caretice de High School Musical ou a pornografia sem noção de American Pie. A combinação é perfeita.

Além das canções, que até as pessoas que nunca assistiram o filme sabem de cor, a trilha sonora oferece opções para todos estados de espírito como Hopelessly Devoted to YouLook at me, I'm Sandra DeeGreased Lightning , Sandy,  There Are Worse Things I Could Do e We Go Together .

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres