Título Nacional: Longe demais
Autor: Jennifer Echols
Ano de Lançamento: 2011
Número de Páginas: 238
Editora: Pandorga
Título Original: Going too far


Aparentemente, Meg só se mete em confusões. Numa dessas noites vivendo la vida loca ela vai com o "peguete" vagabundo, a amiga certinha e o respectivo namorado dela até uma ferrovia abandonada, onde supostamente um casal de adolescentes morreu atropelado pelo trem e a entrada no local ficou proibida depois disso.

Os jovens são pegos pelo policial John que resolve dar uma pena diferente para eles e decide que cada um deve passar uma semana com os bombeiros, os paramédicos ou com a polícia. E Meg é a felizarda para ficar uma semana inteira com o jovem policial de 19 anos, John. 

Aos poucos você começa a perceber que há algo de muito errado tanto com John como Meg e não chega a ser uma grande surpresa. 

O livro todo é bem confuso. Os pensamentos dos personagens muitas vezes não fazem sentido e dá a impressão de que faltam pedaços da história. Fiquei na dúvida se era uma péssima tradução do inglês ou se era falta de talento da autora. Há também erros de digitação ao longo dele.

A história não chega a ser uma cópia de todos os outros romances adolescentes, mas falta um tempero, digamos assim, para que seja especial. Além disso, algumas atitudes dos personagens foram no mínimo sem noção.

No final, Longe demais é para as românticas que querem fugir um pouco dos vampiros, lobisomens e mocinhas sem atitude.

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres