Mais uma vez a atriz Nia Vardalos (Casamento Grego) faz uma homenagem aos seus antepassados gregos, explorando a mitologia e as paisagens da Grécia, na comédia romântica água com açúcar sem novidades Falando Grego.

Georgia (Nia Vardalos) é uma desiludida e desempregada professora americana que, por falta de trabalho na área, atua como guia turística numa agência meia boca na Grécia. Apaixonada pela cultura grega, tenta passar a sabedoria sobre o passado local para turistas para lá de desinteressados que só querem fazer compras e pegar um solzinho na praia mais próxima.

Como se os grupos repletos de pessoas entendiantes não fosse suficiente para deixá-la frustrada, o ônibus com arcondicionado pifado, o calor dos infernos e o motorista bizarro complementam essa vida sem sentindo e infeliz que ela leva. Até a chefe dela sabe que os turistas avaliam do trabalho de Georgia como apenas na média, só porque os formulários de avaliação dos guias da agência de turismo não oferece a opção uma droga.

Como toda comédia romântica precisa de uma fada madrinha e um principie encantado, essa não foge da receita e tem Irv Gordon (Richard Dreyfuss) como o turista que ensina Georgia a aproveitar o melhor das coisas. Já o tal motorista bizarro Poupi Kakas (Alexis Georgoulis) é o patinho feio que depois de uma transformação se torna um homem super pegável disposto a ensinar para ela o que é um grande amor.

A história é clichê e os personagens sem novidades, mas as a cultura grega e as paisagens de lá tornam o filme mais do que interessante. Vale a pena assistí-lo pela, pequena e sutil, aula de história que uma vez ou outra oferece uma risada boba.

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres