Título Nacional: Halo
Autor: Alexandra Adornetto
Ano de Lançamento: 2010
Número de Páginas: 472
Editora: Agir
Título Original: Halo


Três anjos, Gabriel, Ivy e Bethany foram enviados a Terra para proteger a pacata cidade de Vênus Cove de forças do mal que ameaçam todo o mundo. Eles estão disfarçados de irmãos e durante a visita têm que manter as aparências e viver as experiências humanas, ao mesmo tempo que dão orientação a população da cidade. O que não esperavam era que Bethany fosse levar as coisas tão ao pé da letra.


Por ser a mais nova do trio ela se encanta com as todas as sensações humanas e se apaixona pelo popular, mas inatingível, Xavier. Ao se envolver cada vez mais com o garoto ela se vê seduzida pela vida humana e por seu relacionamento com ele.


Apesar das diferenças óbvias, Halo é bem parecido com Crepúsculo. O romance estantâneo e sem motivo aparente, o garoto perfeito, a busca por experiências humanas... Mas o que faz dessa série, diferente da saga dos vampiros é que nesse caso há uma história maior que o romance do casal de pano de fundo, pelo menos nesse primeiro volume.


Um problema do livro são alguns diálogos muito infantis e sem noção. A personalidade de Bethany era inconstante. Ela conseguia ser sensata e egoísta em uma mudança de poucas páginas. Assim como seus irmãos que ora eram super rigorosos, ora totalmente liberais.


Por ser o primeiro volume de uma série várias explicações ficam para depois. Mas nada que deixe os leitores desesperados pela continuação. Sequência que pelo jeito vai seguir a regra de segundos volumes em que o mocinho se separa da mocinha e faz algo aparentemente estúpido, mas que no fundo era tudo bem nobre. (humpf)   


Li muitas críticas negativas sobre o ritmo do livro ser muito lento. Não concordo. Achei que tudo aconteceu no seu devido momento. Essa impressão provavelmente se deve ao fato que a autora é adepta das descrições minuciosas, fato que irrita quem não gosta desse estilo. 


Se você curte um romance água com áçucar, Halo é a pedida para você.

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres