Jenny Hamilton tem uma vida ótima. Trabalha num banco e seu relacionamento com Mike vai muito bem, obrigada. Como nada pode ficar muito tempo indo de vento em popa, Jenny recebe uma notícia que vai deixar seu mundo de cabeça para baixo - Roan Williams, o ex-namorado, que destroçou, pisou e chutou o coração de Jenny em praça pública está de volta. Pode piorar? Claro que sim: Roan está trabalhando na empresa de Mike e Jenny se vê obrigada a contar um segredo, que nem sua melhor amiga Karen tem conhecimento, e que pode acabar com seu noivado.

Roan é o maior e mais bem treinado cafajeste que existe no mundo. É o tipo de homem que não deveria existir na vida de ninguém porque, com certeza, vai destruir seus sonhos. Durante a leitura, prepare-se para ficar bem irritada com as atitudes deste personagem. Você vai precisar de um pouquinho de paciência.

Além da paciência que deve ser guardada para aturar Roan, você vai precisar de mais algumas doses para relevar alguns atos de burrice de Jenny. Nossa protagonista parece ter um bloqueio para compreender certas coisas e está sempre aceitando todas as desculpas enfarrapadas do ex. Ingenuidade é bom, mas em excesso é irritante.

Agora, você deve estar pensando: "Nossa, este livro é uma porcaria. Nada se salva". Muita calma nessa hora! Karen, a melhor amiga, e seu namorado, Shane, surgem para dar um up na narrativa. Eles roubam todas as cenas em que aparecem e salvam o que poderia ser um fiasco. Karen é uma personagem com uma história de verdade e com isso, consegue emocionar o leitor. É uma ótima amiga e às vezes dá a impressão de que ela acaba esquecendo de se preocupar com sua vida, já que dá mais atenção aos problemas de Jenny. Chego à conclusão de que Karen veio para "brigar" com Jenny pelo posto de protagonista, afinal quem dá um sacode na história é ela.

O livro é um pouco devagar, mas vai melhorando. Achei que, para o tamanho dos problemas, o desfecho foi muito rápido. Precisaria ser um pouco mais explorado, mas o final consegue surpreender um pouquinho. Preciso te contar uma coisa não é ruim, mas poderia ser melhor. Então, não tenha pressa de colocá-lo na frente de outros livros. Ele pode esperar um pouquinho.

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres