Só o fato de o filme A Última Música (The Last Song, 2010) ser baseado em um livro de Nicholas Sparks já diz bastante sobre o desenrolar da história, seja ela qual for. Quem assistiu Um Amor para Recordar, Diário de uma Paixão e Querido John, sabe do que estou falando. Esse homem adora um drama. Escreve para provocar o choro, seus personagens gostam de flertar com a morte e os filmes inspirados nas obras dele não ficam muito atrás.


Para você que não tem irmão mais novo, algum tipo de guilty pleasure ou simplesmente vive numa bolha onde crianças prodígios da Disney não fazem sucesso, o nome Miley Cyrus talvez não signifique nada. Para quem não sabe, essa é nada mais, nada menos que a responsável por dar vida a personagem Hannah Montana, no seriado que leva o mesmo nome do Disney Channel. Porque essa breve história sobre a garota? Miley estreia esse filme como Ronnie, uma personagem que é tudo que ela tenta ser, rebelde, impulsiva, apaixonada por música. E apenas a última parte tem algo em comum com a imagem da Hannah que ela tenta tanto se livrar.

Ronnie aprendeu a tocar piano com o pai (Greg Kinnear). Ela sempre tocou o instrumento e se destacou pelo talento natural. Mas quando seus pais se separam, ela resolve pedir divórcio da música, algo que costumava ser importante em sua vida. Prova disso é o modo como a garota rejeita a vaga em Juilliard. Depois de ignorar durante bastante tempo o pai, que guarda um segredo e se mudou para uma cidade praiana bem longe de New York, ela é obrigada a passar um verão na companhia dele e do irmão mais novo. O filme explora a dificuldade desse tipo relacionamento misturando drama e humor. Além disso, tem um tipico caso de amor de verão, já que a moça conhece Will (Liam Hemsworth) e rola aquele sentimento.

O filme não é dos melhores e força a barra ao tentar comover o público, algumas cenas são tão exageradas quanto as atuações que deixam a desejar (sim, eu estou falando de você sabe quem). Mas para quem está de bobeira, querendo algo bonitinho e inocente para ver, essa é uma opção. Também é uma boa pedida para quem gosta de música, já que a trilha sonora chama atenção pela ótima qualidade.

Um comentário:

  1. Nossa.. os 2 primeiros posts q leio de vcs... e adorando.. mais uma q teve a msm impressão em algo heehehe.
    sem dúvida esse é o filme mais fraco de todos q vi de Nicholas S. se ñ fosse o menino q faz o irmão dela.. nem chorar eu ia chorar.. (e olha q é muito fácil fazer eu chorar ehehehe).. Falam q o livro é bem superior... depois tentarei ler. E acho q a Miley estragou um bocado o filme.. junto com seu par romântico

    ResponderExcluir

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres