Chega de chick lit - pelo menos por hoje, rs - e vamos embarcar em algo mais profundo. Tudo aquilo que nunca foi dito está entre meus livros preferidos por muitos motivos, os quais irei dizer no final. Logo de início nos deparamos com Julia Walsh escolhendo seu vestido de casamento em uma liquidação junto com seu melhor amigo, Stanley. Ele, óbvio, não aprova a escolha - desde quando, na face da terra, compra-se um vestido de casamento em uma ponta de estoque?

Julia, na verdade, teria outra opção  pedir a seu pai, que tem grana, uma ajudinha financeira para as vestes deste dia tão especial. Porém, seu relacionamento com seu velho não é dos melhores e ela se recusa a gastar a fortuna adquirida à custa de sua ausência durante a infância e a adolescência.

Alguns dias antes do casamento, Julia recebe uma ligação que mudará completamente sua vida. De início, quando vê o número do secretário de seu pai, pensa que, mais uma vez, Antony Walsh não poderá comparecer a um evento. Para sua surpresa, o motivo da desculpa, desta vez, é completamente válido - Antony Walsh bateu as botas e o enterro será na manhã do dia do seu casamento. Julia acredita que isso é uma jogada do destino afinal, terá que desmarcar o casamento e tentar acertar as coisas com o noivo. Ele haverá de entender, não?

Apesar dos pesares, Julia deixa os conflitos de lado e organiza o funeral para seu pai e tenta lidar com as perdas da única forma que encontra, que é se enterrando no trabalho já no dia seguinte do sepultamento. Como se não bastasse, Julia recebe em seu apartamento uma surpresa.

"Um enorme caixote, deitado de pé, estava plantado bem no meio da sala.

- O que pode ser isso? – pensou, largando suas coisas em cima de uma mesinha baixa.

O papel colado na lateral, logo abaixo do frágil, de fato estampava o seu nome. Júlia começou dando a volta ao redor daquele trambolho em madeira clara. Era pesado demais para que animasse a deslocá-lo, mesmo que por uns poucos metros. Sem martelo e chave de parafusos, não via como abrir. (...)

- Quem pode ter enviado uma coisa dessas? – disse em voz alta, sozinha no meio do apartamento. "

Não devo revelar o que é, afinal não quero estragar a surpresa de ninguém, mas já adianto que é algo que fará com que Julia largue tudo pro alto e embarque em uma viagem de seis dias para descobrir quem foi Antony Walsh. Além de poder falar tudo aquilo que nunca foi dito entre pai e filha.

A trama tem momentos dramáticos, emocionantes e com um pouco de humor para dar uma balanceada. Pessoalmente, me identifiquei com algumas passagens por ter passado por uma situação semelhante. Além disso, acredito que seja um dos meus livros favoritos pelo modo como a história foi contada e o desenrolar do clímax e do desfecho. Posso até me atrever a dizer que é uma lição de vida para quem vive em uma situação semelhante - não deixe nada para depois.  Acho que o conteúdo da caixa poderia ter sido feito de um jeito diferente, mas mesmo assim é um livro muito real e que vale a pena ser lido. 

2 comentários:

  1. Oii, passando rapido para avisar que estou lhe seguindo no instagram :)
    Bjinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada, Camila. Vou seguir de volta. Beijinhos e volte sempre!!

      Excluir

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres