Quando lemos nos transportamos para as páginas bem a nossa frente. As palavras ganham vida e os nomes ganham rostos. Lá, nos apaixonamos por diversos personagens por milhões de motivos e, às vezes, nem precisamos de um motivo para cairmos de amores. Dependendo do destino que o autor resolve dar aos nossos queridinhos, nosso coração pode ficar seriamente dilacerado, estraçalhado, pisoteado ou extremamente apaixonado. Na tag desta semana, escolhemos os mocinhos mais apaixonantes de nossas leituras. Vamos aos perfis!

#1 Luke Brandon - Série Becky Bloom
Por incrível que pareça foi difícil eleger o mocinho dos mocinhos, mas depois de muito pensar, cá estou eu trazendo o fofo do Luke Brandon ao pódio. Ele é um herói. Além de aguentar horas de loucuras, tem de conviver com o consumismo desenfreado da mulher, a personalidade irredutível da filha e os sogros um tanto perturbados e isso, meu caro, não é pra qualquer um. Eu me apaixonei por Luke desde que ele apareceu no primeiro volume da série. É o típico homem inglês; cordial, sincero, simpático, espontâneo, charmoso e claro, nunca deixei de imaginá-lo sem aquele sotaque inconfundível e inspirador, que é o britânico. Ele realmente ama a Becky do jeito que ela é; sem tirar nem por. Claro que ele tenta fazer com que ela mude um pouco, já que suas atitudes são extremamente exageradas, mas ele acaba ficando ao lado dela em todas as situações. Ele entende a Becky. O que mais poderíamos querer? Um homem lindo, amável, apaixonado, fiel, companheiro, espirituoso e bem sucedido. Luke é o meu favorito! Por Robertha

#2 Sam Roth - Série Os Lobos de Mercy Falls
Calafrio é um dos meus livros preferidos, por isso o fofo do Sam não poderia ficar de fora da minha lista. Um dos pontos fortes do romance entre Sam e Grace é que ele foi construído durante anos e não aquele do tipo ¨te conheci há cinco minutos e você já é o amor da minha vida¨. Uma das minhas maiores dificuldades em escolher um mocinho foi pensar em um que tratasse bem a garota, não fosse tão mutável em suas ações e que merecesse ficar com a garota. Sam se encaixa nesses quesitos. Ele é atencioso, responsável, amoroso, simplesmente um lindo! Acompanhar o relacionamento entre os dois foi uma experiência linda e que recomendo a todos que gostem de um romance de qualidade. Ai você também pode se apaixonar pelo Sam Roth assim como Grace e eu. Por Giselle

#3 Fitzwilliam Darcy - Orgulho e Preconceito
Duzentos anos atrás, quando Jane Austen lançou seu livro, não podia imaginar as consequências de ter criado o sr. Darcy. Porque depois dele, não tem pra mais ninguém. O que eu mais gosto nele (e na Elizabeth também) é que lendo o livro dá pra perceber que ele não é perfeito, comete erros, mas vai evoluindo conforme as situações e no final faz com que qualquer uma perca o fôlego. Ele é cavalheiro, culto e fiel aos seus princípios. Ele é o máximo e se eu fosse a Elizabeth Bennet eu morreria de ciúme, porque todas amam o sr. Darcy! Por Nathaly

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres