Walking Disaster conta a mesma história de Belo Desastre, só que pelo ponto de vista de Travis "Cachorro Louco" Maddox.

Belo Desastre já é um livro que causa diversas opiniões diferentes. Não posso dizer que não tenha gostado do livro. A história é envolvente e é impossível não querer ler até o fim. Mas também não posso dizer que concordo com todas as atitudes dos personagens, principalmente as de Abby. Os dois realmente têm uma relação que beira o doentio e é muito difícil, pelo menos para mim, entender esse tipo de relação.

Mas, bem, vamos a Walking Disaster. Sob o ponto de vista de Travis (claro) vemos algumas mudanças na narrativa, mas nada muito significativo. É aquela coisa de completar a história. Podemos ver realmente o que  ele estava fazendo e pensando nos momentos longe de Abby.

Foi uma experiência nova ler sob o ponto de vista do machão. Creio que a autora realmente dominou o pensamento macho alfa. Não me lembro bem se a Abby era assim tão chata no Belo desastre, ou se ler sob outro ponto de vista a deixou assim. Mas muitas vezes me peguei pensando em como ela era egoísta e não sabia lidar direito com a situação. Apesar de querer ser sempre a superior e madura. O que ela não é. E claro que ler sob o ponto de vista de Travis também intensificou seus pensamentos machistas...

O que eu mais gostei no livro foi o epilogo que mostra anos depois na vida dos dois. É muito legal! E super acho que daria uma continuação incrível! O que dizer quando você gosta mais do final do que do todo? Enfim, Walking Disaster é um bom livro para você que devorou Belo Desastre e quer matar a saudade dos personagens. Mas te digo que vale muito a pena ler o epílogo dele! Muito potencial!

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres