Alice e William Buckle estão casados há quase 20 anos e, desta relação, têm dois filhos. Casaram-se apaixonados e viveram em lua de mel por um tempo e depois de muitas idas e vindas da vida, Alice está se sentindo completamente entediada e infeliz e não sabe mais o que fazer para dar um up em seu casamento.

Após uma festa da empresa do cônjuge, Alice pesquisa no google "casamento feliz" e recebe em seu e-mail um convite para participar de um estudo on-line sobre casamentos e aceita sem pestanejar. As perguntas são enviadas por um pesquisador anônimo (Pesquisador 101) e Alice (Esposa 22) deve responder com a mais pura sinceridade. Conversa vai conversa vem, os dois acabam se envolvendo de uma maneira um tanto profunda e, com isso, Alice tem a oportunidade de reavaliar seu casamento e ver se ainda vale a pena lutar por seu marido.

As respostas dadas por Alice são bem detalhadas, já que por ser uma escritora de peças de teatro, coloca "vida" em suas palavras. Com isso, o leitor acompanha por meio destas respostas toda a história de seu casamento com William: desde o primeiro encontro, primeiro beijo, casamento, nascimento dos filhos, até a situação esquisita em que se encontram atualmente.

Esposa 22 é um típico chick lit americano. É narrado em primeira pessoa e a história gira em torno da vida um tanto conturbada de uma mulher de meia idade que está vivendo um casamento em crise. O modo como o livro é escrito remete aos dias de hoje, já que tem uma linguagem bem leve e descontraída. Além de ser contado utilizando diversas mídias sociais como twitter, facebook, e-mail etc.

Apesar do estilo leve, não é um dos melhores livros que já li deste gênero, mas calma aí! Não é que seja ruim, só está faltando um sacode dos bons durante o desenrolar da história, mas ele me surpreendeu muito no final. Durante a narrativa, William passa um bom tempo distante e chega a ser quase um personagem secundário. Os diálogos entre Alice e Nedra, sua melhor amiga, chegam a dar uma 'iluminada' na história, mas não vá esperando conversas muito divertidas. Vamos dar um desconto, né? Não é um chick lit sobre encontrar o primeiro amor, vivenciar um pedido de casamento e fazer os preparativos da cerimônia. É um livro que faz com que comecemos a refletir sobre a vida e tudo mais, já que conta sobre os problemas que muitos casais enfrentam durante o casamento. Vale a pena para passar o tempo e ler algo bem descontraído. 

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres