"O livro é melhor que o filme". Esta é uma frase clássica de todos os aficionados por livros quando veem a adaptação de sua obra preferida para o cinema. Alguns filmes fazem jus ao seu original, outros são uma vergonha alheia, mas a verdade é que são dois tipos de linguagem diferentes e cada um tem as vantagens e desvantagens. Mas é claro que sempre tem aquele filme que ganha um espaço especial no nosso coração junto com o livro que o originou.



#1 - Um Dia

Este título, especificamente, não foge a regra. Li o livro antes de ver o filme. Devo admitir que, ao longo da minha leitura, fiquei com uma vontade imensa de matar o protagonista Dex. Depois de muito reclamar, a Nathaly me avisou que ele iria melhorar. Sim, o moço melhorou e, depois, até consegui "compreender" algumas de suas atitudes duvidosas. Além da história ser muito boa, Um dia acabou se tornando um dos meus livros favoritos, também, graças ao filme. Foi um mix da obra literária e do longa que fez com que eu me apaixonasse pela história desse drama romântico. Temos uma dupla de protagonistas fofos dando um show de atuação. Anne Hathaway  e Jim Sturgess deram vida aos personagens de maneira muito convincente. Enfim, o filme é muito bom. Vale a pena sentar com um balde de pipocas no sofá e entrar de cabeça na história emocionante de Emma e Dex. Ah, e separe uma caixinha de lenços! Por Robertha



#2 - Orgulho e Preconceito

É uma verdade universalmente conhecida que Orgulho e Preconceito é uma história maravilhosa. Portanto, não é surpresa que já tenha sido adaptada para as mais diversas formas, como filmes, seriados e web séries (The Lizzie Bennet Diaries, que saudade!). Decidi falar aqui da adaptação que eu mais vi, que é o filme de 2005. Enquanto tem gente que não vai com a cara da Keira Knightley (né, Giselle?) eu acho que ela fez um excelente trabalho nesse filme, junto com o fofura do Matthew Macfadyen. É difícil dizer alguma coisa que não seja só elogio, porque eu adoro tudo nesse filme. Assistam já! Por Nathaly




#3 - O diabo veste Prada

Esse foi um dos poucos filmes que só fui ler o livro depois, mas tenho que dizer que o longa é bem mais divertido! Enquanto Anne Hathaway faz uma Andrea batalhadora que quer muito viver seu sonho no jornalismo custe o que custar, a do livro é bem mesquinha e passa  todos os capítulos mais preocupada em reclamar dessa vida. Até o final em que ambas aprendem sua lição, no livro simplesmente não acontece, o que faz a obra parecer mais um desabafo da autora do que qualquer outra coisa. O diabo veste Prada consegue ser um filme leve, divertido e envolvente, já o livro tem um tom mais realista e não vende um conto de fadas. Mas ainda assim prefiro a leveza do filme, seus lindos figurinos e claro, a diva Meryl Streep. Por Giselle

2 comentários:

  1. Estou lendo Um dia porque não entendi nada o filme rsrs. Mas a história é muito bacana, tô adorando!
    Beijos

    Poeira de Baú

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendi melhor quando uni os dois, rs. Fica mais fácil para compreender as atitudes dos dois. É muito bom sim, depois me conta o que achou. Beijinhos!

      Excluir

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres