Título: An abundance os Katherines
Autor: John Green
Ano: 2009
Número de páginas: 227
Editora: Pufin

A maioria das pessoas se apaixonam primeiro pela aparência e depois pelo conteúdo. Colin é apaixonado pela combinação de nove letras: Katherine. Até agora, ele já namorou 19 delas e todas o dispensaram no final, ou pelo menos é assim que ele se lembra dessas histórias. Colin é um  prodígio, não um gênio, que sabe tudo sobre tudo e adora anagramas. 

Após o fim do último relacionamento, ele mergulha de cabeça na depressão. O jeito é o melhor amigo, Hassam, arrastá-lo numa roadtrip que o levará a criar um teorema matemático que explica o fim dos relacionamentos.

É óbvio que o livro tem muito mais história, porém não vou entregar tudo aqui. O livro é fascinante, envolvente e excêntrico. Como sempre, John Green consegue desenvolver personagens secundários carismáticos e um personagem principal obcecado por vários assuntos, em outras palavras, ele criou mais uma experiência que vale a pena ser lida/sentida/vivida por osmose. 

Colin é um garoto irritante e relativamente idiota para um quase gênio, mas ao mesmo tempo é engraçadinho. É fácil se identificar com a crise dele, não saber quem é, onde quer ir e quando é hora aceitar que as coisas são como são, não necessariamente como deveriam ser ou como desejamos. Todas essas dúvidas clássicas tornam ele um pouco mais normal. 

Adorei as notas de rodapé repletas de informações divertidas e inúteis. Esse é um livro mais leve do que os outros do autor, a mensagem nem chega a ser profunda ou emocional. Trata-se de uma trama engraçada e genial. 

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres