Título Nacional: Sociedade Secreta: Ritos da primavera
Autora: Diane Peterfreund
Ano de Lançamento: 2011
Número de Páginas: 427
Editora: Galera Record
Título Original: Secret Society Girl: Rites of Spring Brake


Amy e seus amigos coveiros vão passar as férias juntos na ilha particular da Rosa & Túmulo. Até Poe, quero dizer, Jamie, resolveu se juntar ao grupo mesmo não sendo a pessoa mais querida por eles. Tinha tudo para dar certo não fosse algumas coisas estranhas que começam a acontecer e claro que os patriarcas colocam a culpa no Clube 177.


Esse é de longe o melhor livro da série até agora. Ritos da primavera é muito mais dinâmico e engraçado. O que eu via como um grande problema nos anteriores era que normalmente os mistérios envolvendo a coveira Amy demoravam muito para se resolverem e evoluírem, o que não é o caso desse volume.


Finalmente parece que Amy aprendeu sua lição e parou de agir como uma colegial. Afinal quantas escolhas ruins a menina ainda era capaz de fazer? E vemos que mais do que nunca o grupo está unido, o que é uma ótima mudança das traições dos volumes anteriores. 


Ritos de primavera é uma leitura rápida e agradável. Quem diria que tudo o que precisavam era uma boa dose de férias e mar? Que venha o próximo e último volume!

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres