Título nacional: Amor fora de hora
Autora: Katarina Mazetti
Ano de lançamento: 2011
Número de páginas: 176
Editora: Lua de Papel
Título original: Grabben I graven bredvid

Será que há um lugar certo para se encontrar o amor? Certamente um cemitério não estaria dentro das opções ideais, mas é exatamente esse o lugar em que os protagonistas de Amor fora de hora se encontram.

Ela é bibliotecária, culta e viúva de trinta e poucos anos que simplesmente não consegue sentir o luto pelo marido. Ele é um fazendeiro, simples, também de trinta e poucos, que procura uma companheira depois da morte da mãe. E assim, eles acabam caindo num relacionamento.

Logo de cara as diferenças culturais entre os dois são a principal dificuldade. Ele quer uma dona de casa, que saiba cozinhar, ordenhar, limpar e ainda ser uma boa amante. Ela quer um homem bem sucedido, culto e ambicioso.

Os dois são loucos um pelo outro. Só que o problema deles é o que sempre acontece na vida real, ninguém quer ceder. Ele tem esperanças de mudá-la e vice versa. E isso só serve para piorar ainda mais o relacionamento já complicado.

Não entrarei no mérito de quem está certo ou não, mas o que posso dizer é que a história é bem envolvente e você se vê torcendo - ou não - para que eles deêm um jeito. Cada capítulo é contado do ponto de vista de cada um, por isso é facíl entender o que se passa na cabeça deles.

Amor fora de hora é sobre um amor maduro, bem longe daqueles romances adolescentes e com uma narrativa bem crua. É um livro sobre escolhas e principalmente sobre a vida.

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres