Título nacional: Uma manhã gloriosa
Autora: Diane Peterfreund
Ano de lançamento: 2011
Número de páginas: 267
Editora: Record
Título original: Morning Glory

Becky é demitida do seu antigo emprego como produtora de um programa de notícias matinal. Só que programas matinais são a sua vida. Depois de muito penar, ela só consegue emprego num programa que praticamente já está com seu tempo no ar esgotado. E cabe a Becky salvar o programa e, de quebra, a sua carreira.

O livro é bem curtinho e a leitura é bem rápida. Só que só vão até aí as vantagens. A história é bem superficial e os personagens não são desenvolvidos. Fica faltando contexto e as soluções são todas muito simples e tudo acontece muito rápido. E ainda tem um romance bem bobinho só para constar.

Apesar de ter sido escrito pela mesma autora da ótima série Sociedade Secreta, faltou o característico humor de suas histórias. Um único ponto positivo é a força de vontade da protagonista que nem por um momento deixa de acreditar em si mesma e no potencial do programa.

Não que o livro seja de todo mal, mas diria que ficou faltando "molho" nessa história. No final das contas, é uma leitura para um dia preguiçoso de férias, mas ainda assim não acho que valha a compra...

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres