Eu li esse livro pelo booktour do Murphy´s Library. A versão em português se chama Divergente e foi lançada pela Rocco.

Divergent é uma distopia na qual a sociedade que é dividida em facções:  Abnegação, Amizade, Audácia, Sinceridade e Erudição. Então, aos dezesseis anos, as pessoas fazem um teste e dependendo do resultado podem escolher em qual facção viverão.

A protagonista e narradora dessa história é Beatrice, ela inicialmente faz parte da Abnegação, e em seu teste escolhe mudar para a Audácia. É claro que mudar de facção não é encarado com bons olhos pela maioria dos pais. E some isso a várias dúvidas sobre ser essa mesmo a escolha certa, todo o preconceito que existe entre as facções (principalmente direcionado à Abnegação) e o fato de que os pertencentes a Audácia terem como hábitos coisas "simples" como pular de trens em movimento e do topo de prédios, está pronta a receita para uma aventura que se for bem escrita, pode resultar em um ótimo livro.

E é um ótimo livro o que Veronica Roth nos entrega. Eu acho impressionante como ela conseguiu desenvolver bem todo o enredo, definir e demonstrar bem como funciona a sociedade sem revelar tudo de cara (até porque é uma série, então não dá pra saber tudo no primeiro livro).

A autora também foi muito competente escreve os personagens, nossa, eu fiquei de queixo caído pelo fato de ela conseguir fazer com que eu me identificasse com a Beatrice, por exemplo, mesmo sem ter quase nada em comum com ela. Todos os personagens tem sua dualidade e entram em situações que são possíveis de serem entendidas, mesmo a narração tendo a "limitação" de ser em primeira pessoa.

Ambientando boa parte da história no "quartel general" da Audácia, onde Beatrice vira Tris e tem que passar por uma iniciação barra pesada, Divergente tem partes tão violentas quanto Jogos Vorazes (algumas pessoas podem achar até mais violentas). A parte de escolher a facção em que irá viver me lembrou um pouco a escolha das casas em Hogwarts, mas só foi um paralelo que eu fiz, não tem muitas semelhanças entre uma coisa e outra. No começo do livro eu fiquei pensando em qual facção eu gostaria de entrar, mas durante a leitura dos capítulos finais (épicos e totalmente eletrizantes!) mudei de ideia completamente.

Fico curiosa para ler a continuação, Insurgent, que já foi lançada lá para os gringos e demorará um pouco ainda para ser lançado aqui, segundo li por aí. Também li que os direitos da história foram comprados e que farão um filme (se fizerem bem feitinho vai ser o máximo)! O filme tem previsão de estreia para 2014 e clicando aqui você pode ver onde descobri a existência dele.

Gostaria de deixar registrado aqui meu agradecimento as meninas do Murphy´s Library por terem me aceitado no book tour e me proporcionado essa leitura tão boa! Obrigada!



0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres