Este livro foi lido para o Desafio Literário do Tigre. O tema de maio era "bichos". 

Uma das coisas mais legais é ler um livro sem saber quase nada da sinopse e poder se surpreender, não só com a história, mas com a narrativa da autora. Isso foi o que aconteceu comigo ao ler "A corrida de Escorpião".

Antes de tudo tenho que explicar que a ilha em que se passa a história é cercada pelo mar de Escorpião, que dá nome ao título. E dele todo ano saem cavalos d'água que além de rápidos, são criaturas carnívoras e violentas. E qual ideia melhor do que capturá-los e fazer uma corrida com eles valendo dinheiro, fama e sua vida?

O livro apresenta dois pontos de vista: o de Sean e o de Puck. Ambos nascidos na ilha e com mais coisas em comum do que poderiam imaginar. Sei que é clichê, mas essa frase se encaixa muito bem com os dois personagens.

Já havia lido a trilogia "Calafrio" da mesma autora, por isso já conhecia sua narrativa poética. Mas diferente da trilogia dos lobos, esse é mais sombrio e duro, um tom bem diferente do romance dos seus livros anteriores. Porém, "A corrida..." não deixa de ser um livro envolvente e surpreendente. O que mais gostei é como ela faz parecer ter uma ilha no mundo com cavalos carnívoros algo normal e plausível. Esse foi um daqueles livros que me fez ficar pensando em sua história dias e dias depois.

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres