Este livro foi lido para o Desafio Literário do Tigre. O tema de junho era "autores queridos". 

Minha história com Záfon começou com "A sombra do vento" que me conquistou com sua escrita poética e sua narrativa envolvente. Logo no começo amei a leitura e sempre que tenho oportunidade leio um livro escrito pelo autor. 

"O Príncipe da Névoa" é considerada pelo próprio autor uma obra infanto-juvenil que pode ser apreciada por várias idades. Nela acompanhamos a história da família de Max e Alicia que acabam envolvidos num antigo mistério da cidade. Um que envolve um navio naufragado, um cemitério de estátuas e um Príncipe da Névoa. 

Como em todos os livros do autor a história é uma mescla de suspense e poesia. Esse é especialmente tenso para aqueles que têm medo de palhaços. Mas nada que não dê para dormir a noite (risos). Outro elemento presente é 
o amadurecimento e o primeiro amor

Por ter menos que 200 páginas ao final do livro temos aquela sensação de que está faltando algo, mas não no sentido ruim, É que ficamos tão envolvidos com os personagens em tão pouco tempo que fica difícil nos separarmos da história assim desse jeito. Porém, esse sentimento não é nada que estrague o conto de Záfon.

O livro é uma ótima pedida para um dia em que queremos ler algo um pouco mais sombrio, mas que não seja tão complexo, nem tão assustador. Mas ainda sim um ótima história. 

0 comentários:

Postar um comentário

Sigam-nos os bons!

Giselle lê

Robertha lê

Nathaly lê

Tecnologia do Blogger.

Ache no blog

Curte aí!

140 caracteres